+ Isa Land: Agosto 2006

Isa Land

"Deus nos concede, a cada dia, uma página de vida nova no livro do tempo. Aquilo que colocarmos nela, corre por nossa conta." (Chico Xavier)

A minha fotografia
Nome:
Localização: lisboa, Portugal

Uma mulher com muitas virtudes e alguns defeitos. Bem disposta por natureza... mas se me irritam muito... saiam debaixo. Vou aonde o coração me levar... Sou sportinguista... Enfim boa pessoa!!!

domingo, agosto 27, 2006

Lição de Vida

Apesar das derrotas e fracassos sempre obtive a coragem e forças necessárias para recomeçar outra e outra vez. Sempre senti que quando as portas batiam em meu rosto, se eu esperasse um pouco e reparasse bem, uma janela iria abrir-se. Tal como a lua espera o sol, eu sempre esperei o dia seguinte para acalmar minha ânsia de viver rápidamente. Tal como a chuva espera o arco iris, eu esperei encontrar conforto para a minha alma. Procurei nos outros o meu motivo de viver.
Mas a melhor lição, aprendi sózinha: Aprendi que acima de tudo sou importante para mim própria!
Isabel

Revisão

Hoje fiz uma revisão ao meu blog. Em algumas postagens reparei que a minha disposição não era a melhor... Mas afinal de contas foi para isto mesmo que encetei esta aventura pelo mundo das letras: Um diário bloguistico (este nome soa bem) E que o colocamos num diário? Exactamente os nossos desabafos, as nossas raivas, tristezas e também as nossas euforias, prazeres e alegrias. Umas vezes fui fria, calculista, outras mais ternurenta, aconselhando, quase a roçar o maternal.
Queixei-me antes das férias de falta de inspiração: regresso e continuo na mesma... Estão a faltar as minhas receitas, os meus hobbies, outras coisas tantas. A culpa? É mesmo deste calor que não passa.
Aguardo o Setembro!
Sempre adorei esse mês, inspira-me...
Isabel

sábado, agosto 26, 2006

Um Só

" Vou andar descalça pelas estrelas
colher flores no universo
vou levar meus versos para qualquer lugar
que seja longe da tua constelação.
Vou afastar-me aos poucos
numa chuva de corpos celestes
viajar sem destino
brilhar de sol e de lua
e como estrela-cadente cair em ti.
Vou puxar os cometas pelas caudas
e dar-te os anéis de Saturno
afogar-me no mar da tranquilidade
e ocultar-me no lado escuro da Lua.
Vou perder-me de ti
para nos encontrarmos
numa dobra do tempo qualquer
em que sejamos um só
infinitamente e para sempre. "

Uma vontade de ir...


"Sozinho na noite
um barco ruma para onde vai.
Uma luz no escuro brilha a direito
ofusca as demais.
E mais que uma onda, mais que uma maré...
Tentaram prendê-lo impor-lhe uma fé...
Mas, vogando à vontade, rompendo a saudade,
vai quem já nada teme, vai o homem do leme...

E uma vontade de rir nasce do fundo do ser.
E uma vontade de ir, correr o mundo e partir,
a vida é sempre a perder...

No fundo do mar
ja sem os outros, os que lá ficaram.
Em dias cinzentos
descanso eterno lá encontraram.

E mais que uma onda, mais que uma maré...
Tentaram prendê-lo, impor-lhe uma fé...
Mas, vogando à vontade, rompendo a saudade,
vai quem já nada teme, vai o homem do leme...

E uma vontade de rir nasce do fundo do ser.
E uma vontade de ir, correr o mundo e partir,
a vida é sempre a perder...

No fundo horizonte
sopra o murmúrio para onde vai.
No fundo do tempo
foge o futuro, é tarde demais...
E uma vontade de rir nasce do fundo do ser.
E uma vontade de ir, correr o mundo e partir,
vida é sempre a perder "

Mudei de opinião, e daí?

"Eu não me envergonho de corrigir os meus erros e mudar as minhas opiniões, porque não me envergonho de racionar e aprender"

(Alexandre Herculano)

Almas Gémeas

"Deus criou as almas gémeas, cabe a nós encontrá-las, cabe à vida uni-las, e ao tempo torná-las inseparáveis!!!"

Tudo o que Foi

Eu amo tudo o que foi,
Tudo o que já não é,
A dor que já me não dói,
A antiga e errônea fé,
O ontem que dor deixou,
O que deixou alegria
Só porque foi, e voou
E hoje é já outro dia.

Fernando Pessoa

sexta-feira, agosto 25, 2006

Não estás sózinha

quinta-feira, agosto 24, 2006

"Nos seus momentos de aflição não se envergonhe de baixar a cabeça e chamar por Deus"

Mais um Ano Passado

E, tal como eu previa, aconteceu. Tu Mãe, e a nocas olhavam para mim como se eu fosse um extraterrestre... Por esta não esperavas! Foi pouco tempo mas... Que Deus nos permita para o ano estarmos novamente juntas. Por tudo, tudo, tudo: Obrigado.
Bela

quarta-feira, agosto 23, 2006

Parabéns Mãe

Olá Mãe. Sei que vais apanhar um susto quando por volta da meia noite ouvires o meu carro a estacionar frente à casa. A Pantufa decerto irá ladrar. Tu vais dizer, mas que raio estás aqui a fazer? És doida, completamente doida... A fazeres a viagem de noite para quê? Eu e a nocas estamos bem! Pois é, mas achas que eu não iria estar presente no dia dos teus 83 aninhos? Achas? Mesmo? Mesmo? Surpresa!! Acho que será a única coisa que sairá da minha boca. E vou-me rir... Podes não te lembrar, ou nem quereres saber, mas amanhã mais um aniversário completas. Não poderei passar o dia inteiro contigo, terei que vir trabalhar de tarde, mas pelo menos a almoçar estaremos juntas. Estou desejosa de ver a tua cara... Eu sei que vais gostar. Uma beijoca muito grande e até já...
Bela

sexta-feira, agosto 18, 2006

Novo Ciclo

"Antes de começar um capítulo novo é preciso terminar o antigo: diga a si mesmo que o que passou, jamais voltará. Lembre-se de que houve uma época em que podia viver sem aquilo, sem aquela pessoa - nada é insubstituível, um hábito não é uma necessidade. Pode parecer óbvio, pode mesmo ser difícil, mas é muito importante. Encerrando ciclos. Não por causa do orgulho, por incapacidade, ou por soberba, mas porque simplesmente aquilo já não se encaixa mais na sua vida. Feche a porta, mude o disco, limpe a casa, sacuda a poeira. Deixe de ser quem era, e se transforme em quem é".

Paulo Coelho

Só, eternamente só...

"Quando me amarem, não saberei ver...
Quando eu amar, nao quererão saber"

Quando...


É o que nos acontece frequentemente. A vida muda, muda... Umas vezes estamos preparados, mas a maioria das vezes somos apanhados de surpresa. Vivemos nesta ansiedade... Porque a vida não nos trata com mais carinho? Por mim, lá vou tentar encontrar mais outra resposta...
Isabel

quinta-feira, agosto 17, 2006

Prece

quarta-feira, agosto 16, 2006

Colinho

A vida hoje trocou-me as voltas. Acordei bem disposta para mais um dia de trabalho, até fiz planos para à noite ir fazer uma caminhada. Tudo certinho... De repente dei de caras com o passado. Que agonia, meu Deus, que tortura, que sofrimento. Quando pensamos que o passado está enterrado, eis que ele surge do nada para nos apoquentar! Uma lágrima caiu-me pela face. Mas eu sou forte, sei que sou. Mas apesar disso, hoje preciso de colinho... Acho que a caminhada que pretendia fazer à noite, vai ficar sem efeito, talvez veja um filme bem romântico e assim deixo os meus olhos encherem-se de água. Chorar faz bem, lava a alma... E amanhã nem vou lembrar que hoje tive uma partidinha da vida.
Isabel

Conservar o amor

" Uma mãe e a sua filha estavam a caminhar pela praia. Num certo ponto, a menina disse:"Como se faz para manter um amor? "A mãe olhou para a filha e respondeu: "Pega num pouco de areia e fecha a mão com força..." A menina assim fez e reparou que quanto mais forte apertava a areia com a mão com mais velocidade a areia se escapava. "Mamã, mas assim a areia cai!" "Eu sei, agora abre completamente a mão..." A menina assim fez mas veio um vento forte e levou consigo a areia que restava na sua mão. "Assim também não consigo mantê-la na minha mão!" A mãe, sempre a sorrir disse-lhe: "Agora pega outra vez num pouco de areia e mantém-na na mão semiaberta como se fosse uma colher... bastante fechada para protegê-la e bastante aberta para lhe dar liberdade" A menina experimenta e vê que a areia não se escapa da mão e está protegida do vento.
"É assim que se faz durar um amor...""

terça-feira, agosto 15, 2006

Regresso

E voltei! Regressei de férias, mas tão contrariada... Aproveitei estes dias para descansar e rever alguma familia. Foi muito bom. Agradeço aos meus tios (paternos) a sua hospitalidade. Senti-me como se estivesse em minha casa. Afilhado: estive pouco tempo contigo, mas adorei rever-te! Depois desta semana na beira rumei para as termas do Vimeiro. A praia de Santa Rita continua fenomenal. O mar esplêndido, calmo, marés baixas, praia sossegada... Amei!!! A minha praia preferida neste Portugal, cheio delas... E ontem á noite regressei à poluição (Ai Lisboa, Lisboa das sete colinas) Venho sem ideias, aviso já, mas sei que elas virão... rsrsrsrs.
Isabel